É uma metodologia narrativa desenvolvida por David Denborough e Cherryl White durante um projeto no Cánada, em uma comunidade de refugiados e imigrantes com problemas intergeracionais.

Suas diferenças aparentemente intratáveis e sem solução envolviam a negociação entre jovens e idosos sobre “novos” e “velhos” mundos.

Para construir alianças intergeracionais o trabalho se baseou em princípios chave da prática narrativa como a localização dos problemas em seu contexto social maior, o levantamento de competências e o compartilhamento de habilidades, a elucidação das ações de propósito comum, a contribuição e a implicação de todos através de documentação e as cerimônias de definição.

você está aqui

home / práticas narrativas / pipas da vida